Notícias
Notícias 
Frases feitas e belezas imperfeitas
26 abril 2022

Boas mesas que oferecem mais do que apenas abundância, vinhos que contrariam ideias preconcebidas, negócios que são verdadeiros álbuns de família. Coisas simples que dão muito trabalho, num roteiro intermitente de cidade e campo, pelos vales do Neiva e do Cávado.
Facilmente se diz, da boca para fora, que uma terra como Barcelos ?dispensa apresentações?. A frase feita pretende ser, a um tempo, elogiosa e sucinta. No entanto, ganha o efeito contrário mal se põe os olhos pela primeira vez na cidade à beira-Cávado. Dificilmente haverá em Portugal quem nunca tenha ouvido falar dela, porém, vai-se a perceber e Barcelos precisa mesmo de apresentações.

A culpa ? boa culpa, sublinhe-se ? é do artesanato. Tanto do ubíquo galo que se tornou símbolo nacional, como do delicioso figurado, que facilmente poderia ascender ao mesmo pedestal de figura de proa de um país. E esses, sim, talvez dispensem grandes notas descritivas. Mas falta dar a descobrir o resto. Vamos às apresentações.