Prato principal
Prato principal
"Ala-Arriba" - Roti de Congro e Vegetais na Ondulação de Feijão e Navalheiras

Verde Prata - Cozinha de Autor
Concurso Vinhos Verdes e Gastronomia - 7ª Edição
Chefe Jorge Alves
In Concurso de Gastronomia e Vinhos Verdes 2014 - 7ª Edição

Ingredientes
Fumet de Navalheira
Alho Francês 50g
Cebola 50g
Cenoura 50g
Navalheiras 500g
Sal q.b.
Vinho Branco 50ml
Polpa Tomate 50ml
Água 3l

Cozedura do Feijão
Feijão Branco 500g
Água 2l Para demolhar
Fumet de Navalheira 2l Para Cozedura
Miolo de Navalheira 50g
Farinha de Trigo q.b. Para Engrossar
Roti de Congro
Congro Fresco 750g
Espargos 4uni
Courgette 20g
Nabo 20g
Pimento (Vermelho, Verde, Laranja e Amarelo) 50g
Salpicão 20g

Decorações
Cebolinho 2 uni.
Sakura Mix - MicroErvas 2g


Tempo de confecção
1h
- Feijão Branco, em água fresca para demolhar a sua textura. Enquanto isso se prolonga por 12 horas, confeccionamos o fumet de navalheiras, que se inicia com os vegetais basilares de um bom fumet. Refrescado pelo vinho verde branco, recebe as navalheiras frescas e ainda vivas de forma a partilharem os seus melhores sucos.
- - Finaliza-se o caldo de forma a reservar 2l de fumet para a cozedura do feijão e 1l para o roti, para que posteriormente o caldo da cozedura do roti vá aveludar o feijão, conjugando sabores moderados por água fresca. Nisto, já os legumes moldados em palito são cozidos em água para depois serem abraçados pelo ventre do congro fresco.
- Terminado o enlace do congro e dos vegetais, o feijão é aveludo pelo fumet das navalheiras e seguidamente irá acolher o roti para uma cozedura intensa e robusta.
- Para empratamento, a delicadeza do regaço do aveludado do feijão acolhe a robustez do roti com cores bem definidas e consistente para sentir o aroma do cebolinho e o ar do seu beberete.


Soalheiro Alvarinho 2013 Ala-Arriba, transmite força, coragem, perseverança, desapego ao mais cómodo. Peixe astuto, sombrio, e acima de tudo destemido. Textura robusta, leva a casamentos frescos, com aromas campestres e leves. Ao longo das encostas do Minho, sentem-se a frescuras de uvas únicas e exemplares na sua maturidade para um néctar fresco e leve mas com a acidez necessária para um desfecho completo e robusto para final! Tal como, a íngreme jornada que os bravos pescadores travam para a sua captura, degusta-se uma textura que em tudo é diferente dos seus concorrentes, para um casamento com um vinho tão equilibrado.

Marcas recomendadas
PADROEIRO
PEQUENOS REBENTOS
VINHA ANTIGA
POEMA NOVELLIS
FORAL DE MELGAÇO